Visitem, comentem e divulguem :) Mas apreciem cada filme de forma singular, todos têm o seu toque.

Terça-feira, 08 de Fevereiro de 2011

Book of Eli (continuação)

Bem depois de um começo grande, espero conseguir contar o resto da história de forma mais resumida. É só que o filme é excelente e  cada pormenor torna o filme ainda melhor. Na minha opinião é um grande filme e muito bem conseguido, principalmente pela maneira como acaba.

 

Ia, então, na parte em que Eli deixou a cidade depois de ser atacado. Solara em segredo foi atrás dele, pois ficou fascinada por ele depois da noite em que tiveram juntos. Mas ele acabou por a deixar para trás, talvez com algum sentimento de protecção, ele saberia que o caminho que o esperava não seria fácil. Ela não desistiu e continuou atrás dele, mas perdendo o seu rasto foi apanhada por bandidos. Entretanto os homens de Carnegie decidiram também procurá-lo para ficarem com o livro.

 

Nessa noite, Solara tentou tocar no livro de Eli enquanto este dormia, mas Eli acordou e ela não chegou a conseguir.

 

No dia seguinte continuaram o seu caminho sem saber que os homens de Carnegie os perseguiam.Encontraram uma casa, de um casal (canibal) que os convidou para entrar depois de uma apresentação pouco ortodoxa. Mas aqui eles foram encontrados pelos homens de Carnegie, que depois de destruírem a casa e o casal, acabaram por apanhar Eli e Solara. Eli deixou o livro escondido dentro de casa, pois já sabia que eles o pretendiam. Carnegie decidiu fazer chantagem com ele, ameaçando matar Solara, e Eli, pela primeira vez, abdicou do seu precioso livro para salvar alguém. É verdade, Eli entregou-lhe o livro, e no fim ainda levou um tiro que o deixou sem forças para lutar.

 

Carnegie deixou Eli estendido no chão vendo que este já não seria uma ameaça, e levou consigo o livro e Solara. Durante a viagem de volta Solara arranjou maneira de fazer com que o veículo onde ia se despistasse, matando os capangas que se encontravam no veículo, e assim, roubando-o arranjou uma maneira para escapar. Carnegie assistiu a esta cena, mas decidiu deixa-la fugir pois já não necessitava dela. Agora o seu único problema era abrir o livro, pois encontrava-se cerrado com uma complexa fechadura. Quando chegou à sua cidade mandou logo chamar o engenheiro para abrir a fechadura.

 

E ATENÇÃO QUE AGORA É QUE O FILME COMEÇA A TER O SEU TOQUE (:


Solara com o veículo que roubou foi procurar Eli, voltou ao local onde ele tinha sido alvejado e ele já não estava lá, então lembrou-se que ele ia para Oeste e seguiu a estrada até que o encontrou. Ajudou-o, tratou dele, e levou onde ele precisava, para Oeste, junto ao mar.

 

Lá encontraram uma cidade, onde queriam reconstruir o mundo “antigo”, tinham muitos livros recuperados, muita música, tinham tudo para mostrar à nova geração como era o mundo de antes. À entrada para a cidade o guarda pergunta-lhe o que eles traziam e aí Eli diz-lhe que traz a bíblia. Então é levado ao responsável da cidade para lhe dar a bíblia para ela ser escrita.

 

E agora vocês pensam…então mas ele não tem o livro…agora apreciem a qualidade.

 

Eli pede muitas folhas e pede para o senhor escrever tudo o que ele vai dizer, exactamente como ele vai dizer.

 

Momento intrigante não? Mas a parte melhor vem depois (:

 

Entretanto, o engenheiro consegue abrir a fechadura e Carnegie quer finalmente concretizar o seu sonho. Mas nota-se uma cara de desespero na cara de Carnegie, e depois dão-nos um plano do livro aberto mas com as folhas em branco.

 

Momento de reflexão: o que é isto? Um livro sem nada escrito? Uma bíblia em branco?

 

Até que surge um plano do livro visto de cima, e nota-se o braile… é verdade, Eli era cego!!!

 

Enquanto Carnegie passava por momentos de desespero vendo o seu sonho a cair por terra Eli contava a bíblia palavra por palavra.

 

O filme acaba de um modo bastante comovente, onde se ouve a voz de Eli a orar, mas percebemos que morreu, pois encontra-se Solara junto à sua sepultura. A bíblia foi escrita e Eli conseguiu o seu objectivo.

 

Uma história de fé, alguém que acreditava, mas acima de tudo um filme indispensável

publicado por Marco às 12:11

mais sobre mim

Fevereiro 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28

pesquisar

 

arquivos

2011